As Perguntas de Gabriel

Gabriel deve ter coçado a cabeça com essa. Ele não era de questionar suas missões dadas por Deus. Enviar fogo e dividir mares estavam todos inclusos no trabalho eterno de um anjo. Deus mandava, Gabriel executava. Gabriel não era de questionar, mas dessa vez ele teve que se perguntar.

Deus vai virar um bebê? Gabriel já tinha visto um bebê antes, ele havia sido líder de pelotão na “operação junco”. Ele se lembrava do bebê Moisés.

Isso não tem problema para humanos, ele pensou, mas pra Deus?

Os Céus não conseguem contê-lo, como poderia um corpo? De todo jeito, já viu no que dão aqueles bebês? Dificilmente cabível para o criador do universo. Bebês precisam ser carregados, alimentados e banhados. Só de imaginar uma mãe colocando Deus para arrotar no seu ombro – isso era além do que um anjo poderia imaginar… Leia o resto de “As Perguntas de Gabriel” de Max Lucado.

Veja mais reflexões de Max Lucado para Natal!

Tradução por Dennis Downing
Copyright © 2012 Max Lucado.
Todos os direitos reservados.

, , , , , ,