Castelos de tristeza

Sara era uma pessoa rica. Tinha herdado 20 milhões de dólares. Além disso, tinha uma renda adicional de mil dólares por dia. É muito dinheiro para qualquer período da vida, mas era uma quantia estrondosa no fim do século XIX.

Sara era muito famosa. Era a “bela” de New Haven, no estado de Connecticut. Nenhum evento social estava completo sem a presença dela, nenhum anfitrião de festas deixava de convidá-la.

Sara era poderosa. Seu nome e dinheiro lhe abriam quase todas as portas da América. As escolas queriam suas doações, os políticos imploravam por seu apoio e as organizações queriam ele como membro.

Sara era rica, famosa, poderosa. E miserável… Leia o resto de “Castelos de tristeza”.

Leia mais mensagens de Max e outros autores sobre “Jesus e a Morte” no site da Hermeneutica.com

Tradução de Dennis Downing

, , , ,