O Outro Lado do Rio da Morte

Um missionário no Brasil descobriu uma tribo de Índios numa região remota. Uma doença contagiosa estava devastando a população. Para conseguir atenção médica eles teriam que atravessar um rio, um rio que eles acreditavam ser habitado por espíritos malignos. O missionário contou como ele havia atravessado o rio sem sofrer dano. Não aceitaram. Finalmente, ele nadou debaixo da superfície e saiu do outro lado. Então os índios o seguiram.

Jesus viu pessoas escravizadas pelo seu medo da morte. Ele explicou que a morte não era nada para temer, e ele chamou Lázaro do seu túmulo. Ainda assim eles ficaram desconfiados. Ele teve que se submergir na água da morte antes que as pessoas acreditassem que a morte havia sido conquistada. E ele saiu do outro lado do rio da morte. Ele provou, de uma vez por todas, que nossa morte não é o final.

Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “The Other Side of Death’s River”
de “Seis Horas de uma Sexta Feira”

, , , ,