A Mensagem na Sua Bagunça

Eu gosto da conversa que Bob Benson conta em seu livro “Te Vejo em Casa”, sobre seu amigo que sofreu um enfarte. Por pouco parecia que seu amigo não ia sobreviver. Mas ele se recuperou. Meses depois Bob o perguntou,

“Bem, o que você achou do seu enfarte?”
“Morri de medo, quase,” o amigo respondeu.
“Você faria de novo?” Bob perguntou.
“Não!” veio a resposta rápida.
“Você recomendaria?” Bob continuou.
“De jeito nenhum.” Ele respondeu.
“Sua vida vale mais para você do que antes?” Bob perguntou.
“Bem, sim,” o amigo respondeu.
“Você e sua esposa sempre tiveram um casamento lindo, mas vocês estão mais próximos agora do que antes?” Bob continuou.
“Sim”, o amigo respondeu.
“Você tem uma nova compaixão pelas pessoas – uma compreensão aprofundada e mais simpatia?” Bob perguntou.
“Sim, eu tenho”, ele respondeu.
“Você conhece o Senhor numa comunhão mais rica do que havia experimentado antes?” Bob perguntou.
“Sim”, veio a resposta.
Então, Bob perguntou ao amigo novamente “Bem, o que você achou do seu enfarte?”

Deuteronômio 11:2 diz “Lembrem-se hoje do que experimentaram e viram a disciplina do Senhor, o seu Deus.” Faça isso, meu amigo, e sua bagunça virará a sua mensagem!

Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “Your Mess as Message”
de “Você Vai Sair Dessa!”

, , , ,