Em Primeiro Lugar

Max publicou esta reflexão no site em inglês no dia primeiro de janeiro. Já que no Brasil dizem que o ano só começa depois do Carnaval (e não conseguimos traduzir e postar antes), estamos postando esta reflexão agora. Que seja uma bênção em seu ano, tanto se estiver começando agora, quanto se já estiver bem adiantado.

Imagine que eu passasse na sua casa segurando uma panela coberta de folha de alumínio. “Olá amigo” eu digo. “Alguns dia atrás Denalyn fez uma torta de morango. Estava muito boa. Saiu do forno quentinha, molhadinha, e doce. Gostaria que você pudesse ter experimentado. Hoje, enquanto comia o último pedaço, pensei em você. Antes que comi a última mordida, coloquei meu garfo no prato e pensei, estou levando essas migalhas para meu amigo.”

Como você se sentiria?

Coloque aquela emoção em contraste com aquela que você se sentiria se eu fosse bater na sua porta segurando uma panela com luvas. “Denalyn tirou isso do forno alguns minutos atrás. Ainda está quente. Ninguém tocou. Eu cheguei o mais rápido que podia. Quero que você tenha o primeiro pedaço. Quero que você receba a torta inteira (embora trouxe meu garfo caso você queira dividir).”

Como é que este convite lhe faria sentir? Ou melhor, como é que isso lhe faz sentir? Deus lhe oferece o bolo inteiro. Você não recebe migalhas ou restos. Você recebeu o melhor dele. Por que? Porque ele lhe ama baseado em Princípios de Primeiro”.

Já que este é o primeiro dia do ano novo, é apropriado revisitar o tema de “primeiros” na Bíblia. Abra uma concordância para a palavra e se prepare para um avalanche de referências. Primeiro. Primogênito, Primícias, Primeiros frutos. Minha concordância tem sete colunas de palavras e versículos em letra miudinha. Aparentemente “primeiro” é um tema grande na Escritura e grande coisa para Deus!

Será que é possível, com todas estas referências, reduzi-las a uma mensagem singular? Eu penso que sim.

Deus foi primeiro. Nós amamos porque ele nos amou (1 João 4:19).

Deus agiu primeiro. Deus tomou o primeiro passo. Deus fez a primeira ligação. Nós não fizemos nada e não fazemos nada que não foi motivado por Deus. Ele foi primeiro. Ele não só foi primeiro, ele deu seu primogênito. A Bíblia chama Jesus de “o primogênito entre muitos irmãos” (Romanos 8:29). Na grande, expansiva, inumerável família de Deus, há um primeiro nascido: Jesus Cristo. Que foi que Deus fez com seu primeiro nascido Filho? Ele o enviou como sacrifício. Ele não nos redimiu com apóstolos, anjos, profetas ou pregadores. Ele deu o melhor presente.

Jesus não é só o primeiro nascido, ele é o primeiro fruto. “Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dentre aqueles que dormiram.” (1 Coríntios 15:20 NVI). Primícias é um termo da agricultura usado para descrever a colheita inicial. 1 Coríntios 15:20 O agricultor levaria a primeiro porção da sua colheita para o mercado e diria ao freguês “Experimente e aproveite. Há mais para vir.” Jesus é as primícias da colheita eterna de Deus. Ele fará com seus filhos o que ele fez com Jesus: Ele nos chamará a sair da cova. Como é que sabemos? Jesus é as primícias.

Além disso, Deus nos dá “os primeiros frutos do Espírito” (Romanos 8:23). Amor, alegria, paz, paciência… todos os frutos do Espírito são nossos porque Deus nos dá, não as sobras, mas sim os primeiros frutos. Estes são antecipações, amostras da plena colheita que nos espera no céu.

Deus nos dá seu primogênito, e as primícias do Espírito. Recebemos o melhor dele. Vamos seguir o exemplo dele.

Vá primeiro a Deus com seus problemas.

Não leve seus problemas ao barzinho. Não tente apagar seus medos com narcóticos. Não fuja ou negue a existência das suas lutas. Não, vá primeiro para Cristo. Jesus nos diz, de forma bem direta Mateus 6:25 “Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer ou beber; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir.” (Mateus 6:25 NVI).

Então ele manda duas coisas: “Observem as aves do céu” (v. 26), e “Vejam os lírios do campo” (v. 28). Se Deus se importa com as aves e as plantas, ele não vai se preocupar conosco? Por esta razão, ele comanda “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6:33). Você quer uma palavra de conselhos que vai lhe poupar milhares de dores de cabeça e de coração em 2017? O momento em que um problema surge é o momento em que você leva para Deus. Leve para ele primeiro.

Honre Deus com as primícias da sua renda.

No décimo-terceiro capítulo de Êxodo, Deus revelou um princípio lindo e desafiador. “Consagre a mim todos os primogênitos. O primeiro filho israelita me pertence, não somente entre os homens, mas também entre os animais.” (Êxodo 13:2 NVI).

A primeira ovelha pertence a Deus. O primeiro jumento pertence a Deus. O primeiro filho pertence a Deus. Isso era verdade não só com rebanhos e família, mas com a colheita e o salário. “Tragam ao santuário do SENHOR, o seu Deus, o melhor dos primeiros frutos das suas colheitas.” (Êxodo 23:19 NVI).

Se um agricultor tem uma árvore de maçã que rende dez cestas de maçãs, ele separa a primeira cesta como santa, pertencente a Deus. “Todos os dízimos da terra, seja dos cereais, seja das frutas, pertencem ao SENHOR; são consagrados ao SENHOR.”(Levítico 27:30).

Nove décimos da colheita do agricultor era comum. Mas o décimo primeiro, o dízimo, era santo. Era único; separado para um propósito especial. Nosso relacionamento com Deus é construído em primeiros. Ele nos amou primeiro. Nós amamos ele em primeiro lugar. Nada de migalhas. Nada de restos. De jeito nenhum.

Que este seja o ano em que você se sobressai na graça de dar.
E mais um: Vamos nos reunir no primeiro dia da semana com o povo de Deus.

Deixe seis dias serem usados para trabalho e aquisição. Mas separe um dia para renovação espiritual e física. “Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo.” (Êxodo 20:8). Na velha aliança este dia era o sábado. Como Cristãos, nós separamos o domingo, embora muitos Cristãos ainda guardam um Shabat no Sábado. O dia de guardar importa menos que a mensagem de guardar: Deus quer que nós adoremos e descansemos. Ele designa o primeiro dia de cada semana como santo. Esta era a prática dos primeiros Cristãos (veja Atos 20:7).

Você quer que Deus abençoe seus seis dias? Então dê a ele o primeiro dia. Que seja seu alvo se reunir com o povo de Deus na casa de Deus para adoração em grupo.

Por que?

Deus tem algo para dizer a você. Ele pode dizer por meio de um hino, um amigo, uma oração, ou uma passagem.

Deus tem algo a dizer através de você. Conta-se a história de um fazendeiro do oeste do Texas que frequentava a igreja por décadas. Até nos seus últimos anos, quando estava quase cego e mal ouvia, ele sentava no primeiro banco. Um dia um jovem o perguntou: “O senhor mal consegue ouvir nem ver; por que o senhor continue vindo à igreja?” O velho respondeu, “Eu não vim para mim; eu vim para você.”

E se a sua frequência na igreja fosse menos sobre o que você recebe e mais sobre quem você encoraja?

Eu quero ser absolutamente claro: estamos debaixo de uma nova aliança, não a antiga. Somos salvos pela graça e não por obras. Não tem dízimo ou frequência irá acrescentar a menor letra à obra concluída de Cristo na cruz. Estas disciplinas fazem parte do plano de Deus para nos impedir de desviar. “Por isso é preciso que prestemos maior atenção ao que temos ouvido, para que jamais nos desviemos” (Hebreus 2:1 NVI).

A maioria das pessoas que esfriam em sua fé, o fazem de forma incremental, gradativamente, centímetro por centímetro ao longo de muito tempo. Estas disciplinas dos primeiros frutos ajudam a nos recalibrar, dia após dia, semana após semana. Espero que você os considere.

Imagino que alguém está gemendo. “Max, minha vida já é sobrecarregada. Tantas obrigações. Tanto trabalho. E agora você me fala de primícias e primeiro dia da semana. Eu não aguento mais um fardo.”

Se estes forem os seus pensamentos, talvez eu deixei de enfatizar o suficiente a promessa de Jesus. Ele disse “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6:33 NVI).

Se você achar esta mensagem onerosa, eu devo ter esquecido de compartilhar a promessa de Deus em Malaquias 3:10-11 “Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o SENHOR dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” (Malaquias 3:19 NVI).

Se este ensino sobre primícias lhe deixa para baixo, eu devo ter esquecido de lhe contar sobre este versículo: “Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações; os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho” (Provérbios 3:9-10).

Quando o povo de Deus coloca Deus em primeiro lugar, as bênçãos do Senhor começam a fluir.

Deus lhe deu seu primogênito. Jesus é as primícias da ressurreição. O Espírito Santo lhe dá os primeiros frutos do céu.

Vamos fazer este o ano em que nós respondemos da mesma forma.

Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “First Things First”
©Max Lucado, 01 de janeiro 2017

Leia uma porção diária das palavras
de Jesus todos os dias!

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Assine o Devocional
Max Diário

REFLEXÕES SEMANAIS