Um Agradecimento Muito Especial

Olá, trabalhador(a) da linha de frente. Posso ter uma palavrinha com você? Olá, médico, enfermeira(o), técnico de enfermagem e assistente. Alguma chance de chamar sua atenção por apenas alguns minutos? Serei breve. Eu prometo. Não é que eu não tenha tempo, tenho muito. Graças a você. É você quem trabalha no limite. Você é aquele(a) sem sono. Você é aquele(a) que passou o Natal fazendo rondas e a véspera de Ano Novo admitindo pacientes. Você é quem merece uma medalha, um desfile, umas férias de seis meses em um paraíso tropical.

Mas isso não vai acontecer, não é? Outra onda, é isso que está vindo. Dizem que o próximo mês será o pior até agora. Eles estão chamando pessoas como eu, pedindo-nos para ficar em casa. Aposto que você gostaria que alguém lhe dissesse para ficar em casa. Eles não. Eles não vão. Hospitais estão lotados. As equipes estão sobrecarregadas. Os orçamentos estão estourados. E meu obrigado, nosso agradecimento a você está atrasado.

Então aqui está – do meu coração para o seu, dos nossos corações para os seus -, obrigado.

Eu ouvi um de vocês expressar tristeza. Em uma entrevista, você lamentou não ter feito mais. Você sufocou as lágrimas, engoliu seco e lamentou que tantas pessoas tivessem morrido de COVID no seu plantão. Oh, querida amiga. Eu queria entrar na tela da TV e com meu abraço acabar com o seu arrependimento.

Por favor me ouça. Você não tem nada pelo que se desculpar. Você fez bem. Muito bem. Na verdade, vocês são os heróis e as heroínas. A sociedade ficou maluca. Os políticos têm sido cafonas. E você? Você passou doze rodadas com um vírus de peso pesado como nunca vimos. No entanto, você continua dando socos. Derrubada? Sim, mas se recuperou? Sempre. Você continua voltando para o ringue.

Quantos corpos você carregou em macas? Quantas vezes você já segurou o telefone próximo ao ouvido de um doente? Quantas vezes você segurou a mão de um moribundo porque não conseguia suportar a ideia de alguém morrendo sozinho? Quantas vezes você desabou em sua cama com uma necessidade desesperadora de dormir, mas totalmente incapaz de dormir por causa das imagens em sua mente?

Quantos testes você administrou? Máscaras que você usou? Veículos de emergência que você dirigiu? Você empurrou cadeiras de rodas? Você já encheu bandejas de comida? Você limpou o chão do hospital? Quantas decisões de vida ou morte que você fez?

Você não tem como saber, não é? É tudo um borrão. Você não sabe. Mas Deus sabe. Um dos meus versículos bíblicos favoritos está escondido em um lindo livro chamado Hebreus. Nele, o escritor encoraja seus leitores dizendo: “Deus é justo; ele não se esquecerá do trabalho que você fez e do amor que demonstrou por ele ajudando seu povo. E ele se lembrará de que você ainda os está ajudando. ” (Hebreus 6:10 NCV)

Deus não se esquecerá do trabalho que você fez. Você irá. Você não tem o luxo ou desejo de manter uma lista de suas boas ações. Mas Deus sabe. E Deus vai. Ele não vai esquecer o trabalho que você fez. Por que? Porque ao ajudá-los, você O está amando. E seu Pai celestial está prestando atenção.

Nós somos também. Nós estamos tão orgulhosos de você. Nós precisamos de você. Esta é a sua hora. Este é o seu momento Esther. Lembra da história dela? Ela era a rainha da Pérsia em uma época em que seu povo, os judeus, estava sob ataque. Seu tio implorou que ela falasse com o rei.

“Quem sabe”, perguntou ele, “se talvez você tivesse sido feita rainha apenas por um tempo como este?” (Ester 4:14 NLT)

Quem sabe, cara amiga, se você foi colocada exatamente onde está por um tempo como este?

À medida em que os números aumentam, mais uma vez. À medida em que os pacientes superam os leitos, mais uma vez. Como as demandas ultrapassam os recursos, mais uma vez … por favor, saiba que há um pastor no Texas que está torcendo por você, orando por você, grato por você. Tenho a sensação de que falo por milhões de outras pessoas quando digo: “Obrigado. Obrigada. Obrigado.”

O original deste texto em inglês é dedicado pelo autor Max Lucado merecidamente a todos os trabalhadores da linha de frente. Faço uma dedicação em especial desta tradução para português a uma certa enfermeira de UTI, sua equipe e seus colegas num certo hospital no sul do Brasil. Deus lhes abençoe. – Dennis

Tradução por Dennis Downing
Em Inglês: “A Special Thank You”
Copyright © 2021, Max Lucado. Todos os direitos reservados.

Max-Instagram-Logo-110x55

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Assine o Devocional
Max Diário

REFLEXÕES SEMANAIS